☆ ☆ ☆ ☆ ☆

.

29 de abr de 2013

Suddenly It's Magic

O grande motivo para ver esse filme, não foi outro além do que ter o lindo Mario Maurer como protagonista, ainda por cima em uma comédia romântica. Passei esse filme na frente de alguns, pois  estava com grandes expectativas sobre ele, achando que fosse tão bom quanto ou talvez até melhor que o A Little Thing Called Love, outro filme maravilhoso desse ator, que eu amo, porém assistindo, achei que ele não chegou nem perto, tem cenas fofinhas e engraçadas, mas achei o conjunto da obra, bem água com açúcar. Valeu mesmo para ver o Mario e sua cara linda, passei o filme inteiro apreciando tal fofura, ele faz aquela carinha fofa, as mina pira no Mike He da Tailândia, esse filme é uma mistura louca de línguas. Mesmo sendo tão fofo nas cenas românticas, nas cenas dramáticas, não gostei da atuação do protagonista. A protagonista feminina é bem bonita, não conhecia, gostei dela e dos amigos malucos da personagem. Fiquei com vergonha alheia na parte da serenata esquisita. Tem coisas bem malucas nesse filme. Se vocês não resistem a beleza do Mario, vale assistir, mas não espere algo excepcional. Não é ótimo, mas tem seus bons momentos.

Review

Joey Hermosa (Erich Gonzales) e Marcus Hanson (Mario Maurer) só têm duas coisas em comum. Primeiro: eles vivem suas vidas para fazer contos de fadas acontecerem - Joey através de seus requintados bolos de casamento e Marcus através das numerosas comédias românticas em que atua. Segundo: suas próprias histórias não têm os finais felizes dos contos de fadas - ela recentemente foi deixado no altar e ela acabou de descobrir que sua parceira na tela e namorada na vida real está apaixonada por outro homem.
Essas duas pessoas com o coração partido irão encontrar o amor novamente quando eles menos esperam por isso. Parece a receita perfeita para uma "Felizes para sempre"!

review by Hanah Fansubs

25 de abr de 2013

Attic Cat

Adoro ver um dorama mais antigo às vezes. E eu já vi coisas com os protagonistas, eles são perfeitos para comédia, logo que comecei com os doramas vi imagens desse kdrama e fiquei com vontade de ver, finalmente depois de anos saiu, peguei logo. Tenho amigas que tem preconceito contra a atriz, porque acham ela feinha, gente, já vi ela em outros personagens e ela estava super bonitinha, nesse drama o corte de cabelo dela é o que estraga a pobre, e mesmo com a aparência estranha, ela faz tão bem o personagem dela, é tão hilaria, que as pessoas vão acabar gostando dela, e vamos falar que os caras do drama não são musos do verão, os cortes de cabelo e as roupas de bicheiros são tensas hahaha, mas a interpretação é o que vale neh. Adoro doramas em que o casal acaba vivendo na mesma casa, sempre rolam situações embaraçosas, eles pagam muitos micos, o bom é que os dois não tem vergonha das mancadas. O protagonista masculino é altamente enganável, quando está apaixonado pela outra garota, fica cego e faz muita bobagem. A protagonista é porreta quando se trata de lutar por ele, deu uns tapas na vilã, muito bem dados, porém o ponto fraco dela é ele, ela é enrolada por ele de tudo que é maneira, dá dó, a família dela realmente me irritou, o irmão dela é um aproveitador, o pai dela é um ditador e a mãe dela é do tipo que acha que a filha é uma inútil que só será salva por um bom casamento, quis matar a mãe dela, agora a família dele é mais legal, principalmente o avô, que é o único que apoia eles a ficaram juntos. O chefe da protagonista é muito legal, a gente chega a torcer por ele em certos momentos, mas o coitado é o que se veste mais como bicheiro de todo o dorama hahaha. Eu ri muito, mas teve uma enrolação básica, eles brigavam igual cão e gato hahaha, ela expulsava ele e ele expulsava ela, nunca vi tanto entra e sai de uma casa, o final foi meio inesperado para mim, não pensei que seria assim, eu até gostei, mas queria mais cenas felizes dos dois. Abstrai que é antigo e vá rir.
PS: A atriz que faz a protagonista se suicidou, estava com depressão, é muito estranho ver seus trabalhos, todos personagens que vi dela, são personagens muito divertidos e alegres, e pensar que por trás das câmeras era ao contrario. Ótima atriz de comédia, uma pena.

Review

Esta delirante história gira em torno a Jung-eun (Jung Da Bin, “She is 19”) e Kyung-Min (Kim Rae Won, “Love Story in Harvard”). Casamento é visto como a conclusão final para o amor: o valor mais precioso no mundo. Mas na realidade, o casamento não é tão doce assim como imaginado. Em vez de ser um sonho doce, o casamento na realidade é um compromisso e uma promessa para viver entre muitos tipos de obrigações e sacrifícios. Isto não é o que os amantes estão procurando. Não é casamento, mas viver com amor é o que eles querem. Este é o drama de um casal que encontrou uma nova maneira de viver feliz no amor.

review by Asian Team 

Yamada Taro Monogatari

Esse dorama é dos antigos, acho que um dos primeiros traduzidos, então esse aqui tá há milênios na lista, o que é engraçado, porque eu gosto muito de Arashi, porem não assisto tanto drama com os integrantes. Não sei se o dorama é tão hilario quanto eu achei ou se é porque me divirto com o Nino fazendo bobagem haha. O Yamada é tão fofo e perfeito em tudo que faz, tem um grande coração, faz de tudo pela família, todo tipo de sacrifício, fiquei com dó dele. Achei os pais dele um par de cretinos e despreocupados, viviam como dois adolescentes, mas não dá para odiar os dois mesmo assim, coitado do Yamada parecia pai e mãe dos irmãos. Na escola era engraçado que mesmo sem dizer nada, todos achavam que ele era um príncipe, gostei do quase par romântico dele, ela ficava imaginando mil coisas, adorei a mãe dela, super divertida, sobre ser quase par romântico é devido a não ter contato físico entre eles, se quiser ver romance, não é nesse drama que vai encontrar, porem tem cenas hilarias, tipo quando Yamada se disfarça de empregada doméstica com roupinha e tudo, junto com o Mimura, ele passa por umas cenas bem cômicas. Os irmãos dele são muitos, porém todos fofos e compreensivos, eu assisti esse dorama rapidíssimo, ri muito, é o tipo de dorama bem familiar, não costumo assistir, mas me diverti muito, vale a pena.

Review

Dorama baseado no mangá de mesmo nome criado por Morinaga Ai. O dorama conta a história de Yamada Tarou, interpretado por Ninomiya Kazunari (um dos membros da boyband japonesa Arashi).
Yamada Tarou é um cara de boa aparência, inteligente e educado que estuda como bolsista em uma escola de elite. Ele é o número um nas notas e tem a bolsa mais cara também, estuda justamente na classe especial onde só os mais qualificados entram. Ele encanta a todos, principalmente quando mostra seu belo sorriso.
Apesar disso, ele é muito simples e bastante pobre. Apesar disso, na escola jorram boatos até dele ser um príncipe, enquanto, na verdade, ele mora numa casa pequena e velha, junto com seus seis irmãos pequenos e sua frágil e ingênua mãe. Seu pai é um pintor andarilho que só aparece em casa de vez em quando. Portanto, Yamada Tarou é o gestor da família que estuda durante o dia e trabalha à noite. Mesmo assim sempre tem disposição e quando tem uma despesa extra da escola de seus irmãos ele faz bicos por aí para conseguir uma graninha extra. Praticamente a sua vida gira em torno da família que ele presa muito.
Intrigado com o rapaz, Mimura Takuya (interpretado por Sakurai Sho, que também é membro do Arashi), que é muito rico, bonito, inteligente e segundo nas listas de notas, porém, é meio antissocial, segue Yamada para tentar descobrir mais sobre ele, após isso os dois se tornam bons amigos.
Também encontramos Ikegami Takako, uma garota que quer se livrar da situação humilde que vive arranjando um casamento com um cara rico, que se apaixona por Yamada e se desaponta ao descobrir que ele é mais pobre do que ela. Fica no restante da estória na dúvida se ela se declara ou não.
Mais personagens temperam a estória, como a super tímida professora, a dona de casa mãe de Takako que é expert em conseguir promoções nos supermercados, entre outros.
No primeiro momento pode parecer uma série muito bobinha, mas é uma lição de altruismo, além de alfinetadas discretas pela idolatração de "idols" que existe nas escolas japonesas.


review by Drama Fans

9 de abr de 2013

Arang and the Magistrate

Eu estava com saudade dos cenários maravilhosos que todo drama épico tem, vontade de ver toda essa beleza e ainda com atores que eu gosto, baixei, mesmo tendo lido um comentário desanimador sobre ele. No começo achei meio toscas, as cenas no céu e inferno, se era isso mesmo, mas fui acostumando, drama com fantasia, vai ter algum efeito especial tenso, mesmo que seja pouco. Sobre a protagonista fanstasma, adorei ela, bem atrevida e corajosa, afinal, morta ela já tá, então tem medo de poucas coisas, fiquei com dó da coitada, ela morre varias vezes, tentando descobrir como ela morreu da primeira vez, sofre muito.O mocinho é lindo haha, em dramas épicos até os caras mais lindos ficam estranhos com esses chapeis exóticos dá época, mas esse ator conseguiu ficar lindo ate assim, o personagem dele me irritou no inicio, mas ele vai ficando fofo e mais humano conforme passam os episódios, gostei do romance entre o seu escravo e a xamã, era muito sem noção os dois personagens, juntos ficaram mais engraçados, já ele com a fantasma, demoram um pouco mais para se interessarem romanticamente. O drama foca muito no mistério da morte dela, e nos faz ficar curiosos do inicio até o fim, sobre quem matou e qual o motivo, também tem o mistério do sumiço na mãe do protagonista. Esse drama tem três vilões que dão nos nervos, bem cruéis. No drama tem muitas cenas de lutas, então os homens podem gostar dele, cenas de romance foram poucas, porem, bonitinhas. O final, eis a questão, algumas pessoas não gostaram, eu aceitei bem, eu sabia que era um drama de fantasia, no qual tudo pode acontecer, achei que foi um final injusto, porem bom, não posso falar por qual motivo, porque estaria dizendo o final, e eu não gosto de dá super spoiler que estrague a surpresa. No geral foi um drama que me prendeu atenção, com atores bons, cenários lindos, cenas de ação bem feitas, apesar de eu não curtir muito ação, boas cenas de comédia e com um romance contido, porem bonito. Gostei de ter visto.

Review

Arang é um fantasma que não lembra seu nome ou as circunstâncias de sua morte. Para descobrir quem foi em vida, ela precisa da ajuda de um magistrado; de acordo com a lenda, toda vez que um novo magistrado chega a Milyang para ocupar o cargo, o espirito vingativo de Arang aparece para contar a ele sua história e eles fogem aterrorizados. Certo dia chega a cidade o filho de um nobre que possuí a curiosa habilidade de ver e tocar em fantasmas e, num momento de distração, promete a Arang que se ele fosse o magistrado a ajudaria a encontrar respostas que ela procura.


review by Doramigos Fansub