☆ ☆ ☆ ☆ ☆

.

26 de jan de 2013

Secret Garden

Quando esse dorama foi anunciado, fiquei ouriçada, pelos atores e por ter trocas de corpos, gosto muito do tema, costuma ser bem engraçado, mas foi passando o tempo e eu deixei de lado, enrolei 2 anos para assistir ele, mesmo com todos os comentários ótimos que eu lia por ai sobre, então quando decidi ver de vez, fui seca, achando que ia entrar no meu top 15, não entrou, vou explicar. Do episodio 1 ao 11 eu achei o casal protagonista divertido sim, porem achei o tipo de romance entre eles, bem anormal, ele falava cada coisa absurda que eu ficava de cara e ela o tratava sem o menor carinho, então eu não torci pelo casal protagonista até o episodio 11, mas do começo ate lá, teve muita comédia, era hilario ela no corpo dele, Hyun Bin foi muito feliz fazendo o personagem quanto a isso, ele realmente me fez acreditar que ele era ela, e as cenas ficavam muito engraçadas, outra coisa que me deu forças pra chegar ao episodio 11 e ainda acreditar que o drama ia melhorar, foi o Oska, personagem que roubou a cena, até o episodio 11 eu estava muito mais interessada na historia dele com a ex e a perseguição dele ao cantor e compositor, do que o casal protagonista, simplesmente hilario, no primeiro episodio eu achei que ia odiar ele, só que acabou sendo o personagem mais legal do dorama, para mim. Bom, do episodio 12 até o ultimo, aconteceu uma revolução, sério que estava difícil torcer para o casal protagonista, mas a partir dai tudo mudou, ela finalmente começa a demonstrar que gosta dele, e ele começa a ser menos estranho ao demonstrar o amor por ela, rola pegada, beijo lindo e muda tudo, comecei a torcer por eles e as cenas fofas começaram a brotar e a comédia permanecia ali, para mim, devia ter sido assim desde começo, talvez entrasse no top 15. Enquanto assistia, ia conversar sobre o dorama com certas pessoas e foi a primeira vez que vi alguem falando que não gostou e largou, eu falei que valia a pena porque a partir do 12 fica muito interessante, mas não adiantou muito. Esse drama é misto de sensações para mim, porque do 1 até o 11 estava me sentindo chatiada assistindo, mesmo tendo bons momentos, e do 12 até o final eu viciei, amei e queria ver o que ia acontecer, estranho achar metade um saco e o resto o máximo neh. Sobre a tal magia, e os traumas do protagonista, achei meio viajado, mas aceitei, dorama que envolve magia não dá para ficar pensando muito sobre como tal magia veio acontecer exatamente. O final, achei satisfatório, foi fofo, foi mais real. Gostei do final dos dois casais, e a mãe do protagonista principal, me dava aflição, parece toda botocada hahaha. Eu acho que se você tem vontade, não importa a opinião dos outros, deve ver o drama por sim mesma e decidir se entra no seu top 15 sim ou não. Só metade do drama entrou no meu Top. Ultima coisa, quando eu vi o Hyun Bin pela primeira vez no drama, fiquei chocada com a cara dele, achei ele muito estranho, não tava bonito como sempre, depois me falaram que ele tava mais magro que o normal, por isso da cara chupada estranha, haha gosto dele mais carnudo gente, ainda bem que ele no momento, tá mais nutrido. Come arroz e feijão e volta a seduzir meu querido.

Review

O drama conta a história de Kim Joo Won, o CEO e herdeiro de um importante shopping, e um homem perfeccionista e arrogante, que acha que o mundo gira ao seu redor. Para ajudar seu primo Oska, um cantor que passa por altos e baixos constantes em sua carreira e vida privada, ele vai atrás de uma atriz para pegar umas fotos comprometedoras do primo. Mas por um mal-entendido, acaba falando com uma dublê chamada Gil Ra Im, uma garota órfã e humilde, que trabalha muito duro e muito fã de Oska. A partir daí os dois voltam a se encontrar constantemente, até que um dia vão para Jeju, e se perdem num bosque. Procurando uma maneira de sair dali, encontram um estranho restaurante com uma dona mais estranha ainda, que lhes dá uma garrafa de um licor de flores como presente. Ao voltarem para Seul, os dois bebem o licor e no dia seguinte acordam com os corpos trocados; uma tragédia para os dois. E por esse esquisito fato, e apesar das várias discussões, eles vão se aproximando mais um do outro, enquanto tentam achar a maneira de voltar aos seus corpos. Mas ele é rico demais, com uma mãe muito protetora, e ela pobre; terá um final feliz esse conto de fadas?


review by Asian Team

25 de jan de 2013

Tonari no Kaibutsu-kun

Outro shoujo gracinha da ultima temporada que encerrou, só que esse é um gracinha meio diferente, um anime um pouco louco e com protagonistas de personalidades diferentes do comum. Gostei da mocinha não ser aquela comum, que é a apaixonada que fica boba pelo cara e sofre como doida, ela é bem fria, e alguns momentos, quando ela passa a descobrir o amor e a amizade, tem alguma atitude kawaii. Já o Haru tem um parafuso a menos, eu gosto da mudança de humor do personagem, uma hora ta de um jeito fofo e inocente, outras descontrolado e violento, o que eu não gostei é que ele sempre percebe a merda que fez, pede desculpas a todos, menos a Shizuku, mesmo assim gostei desse protagonista masculino, todo errado, que trás situações hilarias ao anime, gostei que os protagonistas são francos com o que sentem e dizem na lata um do outro. Mesmo o anime sendo pequeno, achei que se repetiram situações entre o casal protagonista, podiam ter variado mais. Outra personagem que ameiiiii, foi a suposta melhor amiga da Shizuku, ela se acha a melhor amiga da Shizuku, o bom é que ela consegue o objeitvo dela, é tão fofa, eu amei a voz da dubladora dela, deixou ela mais meiga, adorava quando ela chamava a Shizuku de Mityyyy, tenho uma amiga que chama Miti, ai lembrava dela. Tem outros secundários igualmente ótimos, mas a que eu mais gostei foi ela. Acho que o final foi meio sem graça, devido o mangá estar em andamento ainda, acabou como um episodio qualquer, então é torcer para ter uma sequência, é bem divertido, eu veria uma segunda temporada na hora. Gostei.

Review
 
A série conta a história de Misutani Shizuku, uma garota no maior estilo “coração gelado” que só quer saber de se dar bem nas notas e não dá a mínima importância para os outros. Porém a vida de Shizuku muda ao conhecer Yoshida Haru, um garoto conhecido pela sua personalidade extremamente recatada e cheia de segredos. A coisa fica engraçada quando Haru se confessa para Shizuku e… o que será daqui por diante desse casal?


13 de jan de 2013

Daisy

Esse filme eu baixei devido a recomendação que pedi aqui no blog, eu assisti ele ainda no ano passado, mas as vezes demoro um pouco para postar, foi recomendação da Marta, obrigada por participar, como a maioria do que recomendaram eu já pensava em ver mesmo, decidi pegar um que realmente não tinha pensado em ver. Confesso que no inicio estava achando parado, mas estava gostando da relação dela e o policial, fiquei curiosa com o que tanto ele olhava atrás dela, mas comecei a achar bonitinho os dois, no filme mostra o ponto de vista de cada um, dentro da mesma historia, é legal você saber todos os lados da historia, apesar de ter gostado do policial, quando o assassino aparece, eu realmente caio mais para o lado dele, eu e minha tendencia de gostar dos malzinhos que amam. Meio que o mistério das flores, a gente já imagina desde que vê o poster do filme, mas é bom quando a gente vê tudo como aconteceu. É um filme que em meio ao andamento tranquilo e calmo, acontecem assassinatos e tragedia, apesar do foco principal ser o triangulo amoroso. Eu esperava desse filme um romance trágico, mas ganhei dois romances trágicos em um só filme, a relação dela com o policial e a dela com o assassino, tudo muito triste, tem que tá no clima de querer chorar viu, é difícil segurar o choro com o ultimo tiroteio da praça, eu adoro um filme trágico, mas esse realmente me deixou triste, fiquei chateada com o final, não por ser ruim, mas eu acreditei que poderia haver algo de felicidade. Quem quiser ver um romance daqueles em que tudo dá errado e mais um pouco, tai o filme, chorar as vezes faz bem neh.

Review

Hye Young é uma jovem pintora que espera por seu amor pacientemente. Vive com seu avô e no meio da semana trabalha no antiquario deste. Nos fins de semana vai até uma praça e pinta retratos das pessoas que querem fazer um. Um dia um homem senta-se diante dela e ela começa a fazer seu retrato e se sente atraida por ele. No dia seguinte este homem volta e presta mais atenção na jovem a sua frente; um se apaixona pelo outro. Este homem é Jeong Woo, um policial da Interpol que está na Holanda por trabalho. Mas antes mesmo de Jeong Woo aparecer, um outro homem já estava apaixonado por Hye Young, esse homem é Park Yi, um assassino de aluguel. Por causa de um acidente, Hye perde a fala e Jeong é mandado de volta a Coréia, então Park, que até esse momento nunca se havia revelado a ela, se aproxima e os dois começam a sair juntos, porém Hye não consegue esquecer Jeong. Semanas depois Jeong volta da Coreia e arma um plano para pegar a pessoa que havia lhe ferido no acidente que fez com que Hye perdesse a fala.

review by Asian Team

12 de jan de 2013

Kami-sama Hajimemashita

Fazia tempo que uma temporada não era tão boa para shoujos, nessa ultima temporada que finalizou, peguei 3 shoujos que me atraíram muito, mas dentre os três Kami-sama Hajimemashita foi o que menos eu achei que ia gosta, devido a ter muita fantasia, eu normalmente curto algo mais real, o engraçado que no final, o que mais gostei dos três foi justamente o Kami-sama,  isso se deve muito ao protagonista masculino, Tomoe. Todos sabem aqui, que eu piro em personagem malzinho e fofinho ao mesmo tempo, Tomoe é esquentadinho, finge não se importar tanto com a Nanami, mas ele é um fofo que não quer demostrar seus verdeiros sentimento, amo personagem assim, fora que ele é lindo haha, eu nessa idade, ainda me apaixono por anime. A Nanami é uma ótima personagem, fofa e decidida, um pouco ingenua, as vezes se dá mal por isso, porem sempre tem alguem para ajuda-la, vários personagens foram entrando, e cada vez que aparecia um novo, eu pensava que era o vilão do anime, porem todos viram amigos da Nanami, ela tem carisma de conquistar todos, o anime é super curtinho, mas divertido e muito fofo, e o que foi a cena final, eu pirei, apesar de saber que tem mais historia por vim no mangá, o final não decepcionou, melhor cena fofa que poderia ter. Gostei muito, recomendo mesmo. Necessito de segunda temporada.

Review

Após ver seu pai fugir de casa por causa de dividas de jogo e sendo expulsa do seu apartamento, Nanami conhece Mikage, um homem estranho que tem muito medo de cachorros. Nanami o salva de um cachorro e acaba contando sua história. Como agradecimento pelo salvamento ele oferece à garota uma estadia em sua casa, mas chegando lá ela acaba descobrindo que a casa na verdade é um templo! Agora ela acaba tendo que cuidar do templo, tendo um monte de responsabilidades que não entende, perigos que ela ainda não sabe e formando contrato que ela pode acabar se arrependendo – ou não – no futuro.